Introdução à telemedicina para pacientes

Se você precisar de cuidado de saúde, seu médico poderá pedir que você realize uma consulta virtual para limitar o contato no consultório e garantir que você receba as respostas que você precisa. 

Muitos profissionais de saúde estão optando pela telemedicina (consultas remotas por vídeo por meio do celular, tablet ou computador) para conversar sobre sintomas, preparar para procedimentos ou consultas de reabilitação, em vez de ir ao consultório ou hospital pessoalmente. Antes de você ter sua primeira consulta por telemedicina, é bom saber o que você pode esperar. Este é um guia para ajudar você a se preparar para aproveitar ao máximo a sua consulta.

Doctor has distance video call with patient during social distancing.

FAÇA UMA LISTA

  • Esteja preparado(a) com uma lista de perguntas que quer fazer para o seu médico. Nosso “Guia de conversa” é uma ferramenta excelente.
  • Escreva uma lista dos seus sintomas. Indique quando eles começaram e sua intensidade. Por exemplo:
    • Onde, especificamente, você está sentindo dor ou desconforto?
    • Você está tendo dificuldades em fazer movimentos específicos?
    • Quando você começou a perceber a dor?
    • Em uma escala de 1 a 10, com 10 sendo a dor mais intensa, como você classificaria sua dor hoje? Ela se alterou na última semana? Mês?
  • Tenha suas informações pessoais em local de fácil acesso. 
    • Qual é a sua altura e peso atual?
    • Você tem um monitor de pressão arterial? Se tiver, qual é a sua pressão arterial?
    • Qual a sua temperatura? Ela mudou? 
  • Indique quaisquer doenças crônicas que você tiver.
  • Liste todas as medicações que esteja tomando no momento, as dosagens e a frequência de administração.
  • Você foi testado para COVID-19? Se sim, quais foram os resultados?
  • Se você tem um plano de saúde, tenha os dados de sua carteirinha em local de fácil acesso.
  • Familiarize-se com a tecnologia ou sistema que será usado para a sua ligação. Sua visita poderá ocorrer por meio de uma variedade de plataformas (FaceTime®, Skype®, Zoom®, etc.); é melhor saber com antecedência e estar preparado(a). Caso necessário, baixe o aplicativo usado pelo seu médico/hospital com antecedência.
  • Certifique-se de perguntar ao médico qual a melhor maneira de fazer perguntas de acompanhamento; se por telefone, mensagem de texto, videoconferência ou e-mail.

CONECTE-SE E FIQUE À VONTADE

  • Certifique-se de que o seu dispositivo (telefone, tablet, computador) está totalmente carregado e conectado.
  • Certifique-se de que você tem uma conexão de internet estável.
  • Sente-se em um local confortável para a consulta e certifique-se que sua câmera está emitindo uma imagem clara de você para o profissional de saúde.
  • Se você estiver em um espaço compartilhado, considere usar fones de ouvido com um microfone, ou mudar para um espaço privado para fazer a consulta 
  • Tenha um papel e uma caneta prontos para fazer anotações.
  • Se você tem o hábito de levar um cuidador para a sua consulta presencial, assegure-se de que ele possa participar da consulta virtual também. Esse cuidador pode ajudar você a se lembrar de fazer alguma pergunta que esteja esquecendo. 
  • Planeje-se para estar pronto(a) 10 minutos antes da consulta e conecte seu aparelho, para começar pontualmente no horário marcado. 

FALE DE MANEIRA CLARA E OBJETIVA

  • Entenda que você pode ter de esperar para ser conectado.
  • Fale claramente e certifique-se de que seu médico pode ouvir e ver você pela câmera.
  • Descreva seus sintomas claramente.
  • Responda às perguntas da forma mais clara e breve possível.
  • Faça anotações sobre as recomendações do seu profissional de saúde e faça perguntas se você tiver alguma dúvida.

As marcas registradas de terceiros aqui usadas são marcas registradas de seus respectivos proprietários.

149284-200810